Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

Tudo trocado | 3º dia

Hoje estava difícil para vir aqui escrever o diário. Eles não queriam dormir por nada deste mundo. Tivemos uma tarde excelente, então não podemos ter tudo. De manhã fiquei a saber que o Zé teve uma noite péssima com a Francisca. Calha a todos. Eu dormi lindamente. Então, acordei bem disposta e fui preparar o pequeno almoço. Meti o filme do Tom e Jerry para o Gustavo ver enquanto comia os ovos mexidos. Ele riu-se algumas vezes. Eu gostava muito do Tom e Jerry quando era miúda. Fico contente que ele também goste. Depois saímos em busca de uma farmácia à procura do leite da Francisca. Primeiro fomos ao supermercado, eu fiquei no carro porque ela estava a dormir. O Zé foi com o Gustavo. Quando ela acordou, dois minutos depois, fui ao café do supermercado beber café. Ouvi um choro e reconheci logo, era o Gustavo. Queimei a língua a beber o café à pressa e fui ver o que se passava. O Gustavo no chão a chorar, a empregada a limpar os ovos desfeitos no chão, o Zé com uma cara aflita a tentar ajudar a empregada. Eu pedi-lhe para parar de chorar e resultou. Entretanto, fomos à farmácia e não havia o leite dela, então trouxemos outro. Perguntei ao Zé se lhe dava ali o leite ou se esperava por dar em casa. Ele disse para eu esperar. Então viemos com a miúda ao berros. Mas não era fome porque assim que saiu do carro calou-se. Eu acho que ela enjoa ou algo do género. Nem sei se isso é possível, mas não se cala em nenhuma viagem ( só se estiver a dormir) e ainda vomita no fim. O Zé foi tratar do almoço e eu fui tratar do almoço dela. E foi uma confusão outra vez. As sopas estavam trocadas. A sopa dela continuava dentro da bimby desde a noite anterior, a minha sopa estava nos frascos da sopa dela. Adivinham quem é o culpado? Eu não sou de certeza. Mas não valia a pena continuarmos a ver quem tinha razão. A fome apertava, só isso interessava. Ele foi grelhar o peixe e demorou imenso. Achei super estranho e não achei. Primeiro porque ele demora sempre imenso a fazer seja o que for, mas estava a demorar mais do que normalmente demora. Comecei a ouvir uns gritos, tinha ficado na rua e a campainha não funcionava. Estava farto de me chamar. Depois do almoço, fui beber café com o Gustavo enquanto o Zé ficou com a Francisca. No café, perguntei se ele queria um gelado e ele não quis. Perguntei três vezes, ele rejeitou sempre. A dona do café achou engraçado porque os miúdos nunca negam os gelados. Ele não está habituado a comer doces, por isso eu acho normal. E fiquei contente porque ele não quis. Só insisti porque tinha uma nota alta e estava com pena de pagar cinquenta cêntimos. Jogámos imenso à bola e fomos para as dunas brincar. O Zé ligou-me a dizer que a miúda estava a berrar. A minha irmã ligou-me a dizer que fazia vento em Alenquer. Voltamos para casa, mas saímos logo porque quisemos ir aproveitar o bom tempo para a praia. E aproveitamos tão bem. Foi uma tarde excelente. A Francisca dormiu uma sesta maravilhosa debaixo do chapéu. O Gustavo esteve a brincar com o pai. Eu estive a ler. Terminei o romance do Vargas Llosa. Não gostei nada. Comecei a ler Uma Rapariga é uma coisa Inacabada. Que livro tão confuso no início. Li um excerto para o Zé e ele também concordou. Agora já estou a gostar mais. Mas não era bem um livro tão triste que me apetecia nestas férias. Quando ela acordou, fomos para casa. Deixámos lá o corta-vento e o chapéu. O Zé ia buscar mais tarde. Quando foi buscar já não estava lá a bola do Gustavo. Roubam tudo. O Gustavo tem azar e o gás acaba quase sempre quando ele está cheio de espuma. Aconteceu outra vez. O Zé foi a casa da senhora que a senhora de ontem indicou. Afinal não vendiam ali. Tanta explicação não sei para quê. Teve de vir buscar as chaves do carro e ir comprar uma botija algures. Embrulhei o Gustavo numa toalha e meti-o sentado à frente da irmã. Ele abria a toalha e dizia, olha aqui mana. Estava a mostrar-lhe que estava todo nu. Ela ria-se porque se ri de tudo. Entretanto lá conseguimos dar os banhos e rir um bocado da situação. O Gustavo acabou por adormecer super cansado. Ela acabou por dar cabo de nós até agora. Não queria dormir. Quando passámos o Gustavo do sofá para a cama, ele acordou e fez companhia à irmã até agora. O Zé tinha os olhos vermelhos, coitado. Eu recebi uma mensagem a perguntarem-me que carro tinha comprado. Acho graça. Mas nem tem graça nenhuma. Também me perguntaram se eu já tive momentos a sós com o Zé. Então esta ainda tem mais graça. Experimentem ter dois filhos, só conseguem estar com o vosso companheiro na casa de banho dois minutos se decidirem brincar às escondidas. Ok, é possível, mas é preciso muito red bull, saber fingir de vivo e horas marcadas. Eu perguntei ao Zé se ele queria fingir que era meu namorado há uma semana. Ele disse que era complicado fazer uma coisa dessas porque já são sete anos. Ainda me leva a sério. Eu fui ver um filme chamado Pais e Filhas e chorei. E depois fui ver fotos das férias do ano passado. Vi a minha barriga de grávida e não senti saudades. Vi vídeos do Gustavo a dar festas a gatinhos e senti saudades. Entretanto, toda a gente adormeceu e eu vim escrever isto. 

 

(fiquei toda contente porque até da Tailândia leram o texto de ontem e ainda recebi um comentário todo catita. hoje não li o texto ao Zé porque ele revirava os olhos sempre que eu ia à sala interromper o seu descanso com uma porcaria estúpida qualquer, vou dar-lhe um tempo para ele sentir saudades e pedir-me encarecidamente para ler-lhe isto. ele ficou outra vez com a Francisca, acho que percebeu que eu fiquei os outros dias desde que ela nasceu. muito bem.)

 

(hoje meti quatro fotos das férias no instagram e a minha cara foi a que recebeu menos gostos.)

 

(ainda não conduzi o carro novo, acho que vai ser amanhã. é uma carrinha, não sei se sei calcular o tamanho daquilo, estou com medo.)

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D