Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

O refrão diz tudo

American Apparel Cardigan, Striped Pocket Tank Top, Prada Socks

lookbook

 

Não consegui estacionar o carro e pedi-lhe ajuda. Ele no gesto rápido agarrou-se ao volante, na esperança de me levar para longe. Não deixei. Podia ser ali mesmo. Queria apenas um lugar no Mundo para me sentir longe do caos que anda a minha vida. Ele sabia que os seus braços seriam a solução. Cantei alto uma música qualquer, que afinal é a melhor música que os meus ouvidos já ouviram. Balancei-me e num gesto lento encostei o meu rosto ao seu cheiro. Ali, sem ele reparar, as lágrimas caíram. Duas pequenas lágrimas. Quando os meus dedos começaram a contornar os teus lábios, o beijo surgiu. Durou uma música inteira. Onde o refrão diz tudo o que lhe quero dizer.

 

A minha vida virou uma canção.

O amor é relativo, é pois

Huge Bow Headband, Luuk Hollywood Revue Cropped Shirt From http://luukapparel.livejournal.com, Peach Bandage Skirt From G2000

 

Todos falam no amor como se existisse uma definição para ele. Como se o amor fosse isto ou aquilo. O amor é diferente para cada um de nós. Logo não pode ter uma definição universal. Nem os poetas sabem, nem os senhores que fazem filmes com beijinhos e saudade. É tudo relativo. Tudo.

 

O que eu adoro relativizar. Principalmente sobre o amor. O que eu adoro o amor. Principalmente aquele em que acredito. E esse ninguém terá tempo para conhecer. Dura uma vida.

Momentos Martini

 

És feliz? Pergunta-lhe.

 

Ela diz que sim, que é. Que tem tudo o que mais deseja. Enquanto mexe o gelo no copo com martini, demora alguns minutos para perceber o que acabou de dizer.  Procura uma resposta interior. Hum, se sou feliz...

 

Se ser feliz é passar as noites deitada de barriga para cima a pensar naquele rosto, sou. Se ser feliz é acordar e sentir falta daquele corpo na cama, sou. Se ser feliz é saber que ninguém apagará aqueles momentos a dois, sou. Sim, sou. Se ser feliz é comer um gelado de manga e recordar as nossas noites no Algarve, sou. Se ser feliz é usar aquele vestido azul e lembrar-me que ele gostava de o tirar, sou. Se ser feliz é aceitar que mesmo que não tenha resultado tudo era perfeito, sou a mulher mais feliz do Mundo.

 

Calou-se, e guardou essa resposta consigo. O Martini estava bom.

A cereja em cima do bolo

Summerdress, Monki

Ora continuando... Os últimos três dias de férias.
 
Partida para Leiria, para casa do padrasto. Foi chegar de Quarteira, desfazer uma mala e fazer outra. Cheguei mesmo a hora de ir dançar para a Praia de Vieira. Bares atrás de bares, música a tocar e corpinho a bailar. Uma delicia. Só me apetecia gritar de tanta euforia. E gritei. Depois um passarinho disse que havia festa da espuma na praia de Pedrogão. A festa foi espectacular. Ao principio fez-me alguma confusão a roupa ficar toda colada ao corpo, o frio que se sentia mas uma pessoa quer é festa e nem isso a pára. Foi fantástico, mesmo fantástico. O pior chegou depois. Um pneu do carro furado no escuro da noite. O frio que se sentia com as roupas molhadas. O meu telemóvel que se perde e com ele os meus contactos todos. No dia seguinte, mudar o pneu. Fazer as malas porque um convidado indesejado chega e temos de sair da casa do padrasto. Procurar lugar para almoçar. Procurar lugar para dormir de sábado para domingo. Pagar a pousada da juventude e desfazer novamente as malas. Procurar jantar. Beber um copo à praça e experimentar um chiquinho. Dançar no meio de putos parvos. Dormir. Acordar e não encontrar as chaves do carro. Porra, que alguém me rogou uma praga. Ligar para o meu telemóvel e perceber que ainda está ligado. Do outro lado atender uma francesa a rir da minha pessoa. Cancelar o meu numero. Ver que gastaram todo o meu dinheiro. Fazer filmes na cabeça em relação às fotos que lá estavam guardadas. Ir à praia e ver que o tempo está uma merda. Jogar raquetes. Ler zero. Ouvir música no mp4. Apanhar vento nas ventas e pedir para regressar a casa.
 
E assim, passei os meus últimos três dias de férias. Se foi mau? Valeu-me o passarinho e o Benfica ter empatado.

 

Só de imaginar

Blue Velvet Skirt From Made By Me, Lacey Vest From Thrifted, Gray Cami From American Eagle

 

Um dia destes ele vai beijar outra e só de imaginar, dá-me nojo. Um dia eu vou beijar outro e só de imaginar, dá-me nojo. Mas um dia será assim, é tão certinho como agora estar aqui sentada a teclar este texto estúpido. Um dia será assim, mas o nojo confesso que me mete nojo. E dá-me aquele frio na barriga sempre que imagino estas merdas.

Compromisso

 

 

  Zara Studded Bag From Zara In Germany, Converse Over Worn Dirty Sneakers, Coca Cola, Striped Shorts From Goodwill

 

 

Farei o mesmo que tu, não te vou recordar nem falar dos momentos bons que tivemos. Nem dos maus. Simplesmente não serás mais a minha conversa, nem o meu sorriso. Não vou continuar a pensar num assunto que decidiu morrer com palavras tuas. Assim, só porque me sentia triste e tu decidiste nem sequer pensar nisso. "Estás mal, mete-te bem!" . Eu não conseguia dessa forma. Essa indiferença em relação à minha companhia, fazia-me sentir que ninguém me queria por perto. Até descobrir que afinal não é verdade. Que quando se tem um COMPROMISSO, interessa partilhar momentos, partilhar amigos e copos com ou sem alcool. Não podemos ser uma pessoa com dupla personalidade. Se o amor existe, existe e chega para os obstáculos deixarem de existir. Não há faltas de à vontade, porque existe a cumplicidade. Muito menos existirá mentira. Nem falta de tempo, porque não apetece ou se sofre de ressaca.

 

E isso só descobri porque não tive. Percebi que havia um vazio dentro de mim e, aceitando ou não, é sinal que as coisas não estão bem. Basta perceber que todas as tuas palavras foram palavras. Muitas vezes, para me calar. Para me adormecer enquanto ias festejar. 

 

 

Um dia as festas acabam, assim como o amor. Rápido de preferência.

 

 

O dia tão esperado

Chanel 2.55 Handbag, Primark Socks, Chanel Ribbon, Topshop Shoes

 

Hoje vou agarrar na minha Chanel 2.55* e meter-me a caminho. Assim, tal princesa Cinderela no alto dos meus saltos altos. Com música em cada passo. Um grande sorriso estampado no rosto. Vou de mente aberta para o que se segue. De mansinho, explodindo por dentro. Hoje, chegou o dia pelo o qual esperei tanto tempo. "Bora lá miúda, é sempre a subir.

 

Se me virem por aí, digam Olá, eu juro que sou educada. Sempre.

 

 

* Chanel 2.55?! Querias tu... Parecida, apenas parecida.

 

O passatempo está quase quase quase acabar.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D