Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A vida é para sentir

Querido, quando olho para o passado, o nosso, não sei como aguentei. Sabes? Não sei como aceitei que me tratasses como lixo. Nunca ligavas, nunca combinavas nada comigo para além das saídas ao domingo. Domingo é para a família. Eu era só o porto seguro, aquela que podia dar-te uma família e ia estar sempre ao teu lado, não era? Eu era só e apenas pouco que podia virar muito. E sendo muito cliché, acabei por ser nada. Somente para ti, porque depois acordei e percebi que sou tudo. Bem, eu era completamente apaixonada por ti. Obcecada? Sim, diria que sim. Doida, doente. E olha que não te imaginava comigo no futuro. Sabia que tínhamos um prazo curto. Mais uns meses até acabar por perceber quem eras. Não sei se és, porque nunca mais tive contacto contigo. Nem tenho saudades, mas às vezes meto-me a pensar em nós. Como era tão pequenina, aliás, como me fazias sentir tão pequenina. Querido, espero que tenhas sofrido muito quando te deixei. Não é que seja vingativa, mas queria que pagasses pelas marcas que me deixaste. Não que tenham sido profundas, não foram. Foram marcas que me ajudaram também. Uma paixão, quem nunca acabou por se ferir perante uma paixão? Tenho pena, realmente muita pena de quem não teve a oportunidade de estar apaixonado. Querido, quando te vi há umas semanas atrás lembrei-me da tua frieza e nem o teu sorriso me fez desejar estar contigo agora. E sei que também te lembras de mim como a maior paixão que tiveste. Foi só isso. Fomos a maior paixão um do outro. A vida é para sentir. Espero, querido, espero que tenhas noção do quanto gostei de ti. Confesso que adorava dizer-te umas verdades. Quem sabe, o futuro costuma dar muitas voltas e tratar de tudo. Adorava. Acho que sinto saudades do que dizíamos um ao outro. As mentiras constantes a olhar um para o outro. Não fui melhor do que tu. E não me arrependo de nada. Voltava a fazer quase tudo igual. Um dia, revelo as diferenças sem arrependimento. Imaginas como seriamos agora? Destruíamos tudo à nossa volta. Querido, não me esqueças. Quando nos voltarmos a encontrar tira esse sorriso. Até lá, sei lá.

O nome é realmente muito importante?

 

 

 

Ela queria dar o nome Ana Rita à filha. Entretanto, a amiga engravidou primeiro, em vez de Laura que sempre considerou ser a sua primeira opção, a amiga escolheu Ana Rita para o nome da menina. Ups. Desistiu de imediato da sua primeira escolha para "não pensarem que a imitei". Foi ela que escolheu primeiro, mas os outros não sabem. Ela importa-se. Ela não quer duas crianças com o mesmo nome no grupo. Contudo, Ana Rita é o seu nome preferido. Ou era. Ela já não sabe. Aliás, isso importa para alguma coisa? Quem está mal nesta história? Eu acho que a falta de imaginação é um problema grave. 

está tudo doido

 

 

Acho muito bem que lutem pelos seus sonhos mas tudo tem limites. Lembram-se da Veríssima do programa a Casa dos Segredos? Se sim, lembram-se que ela é conhecida pela sua voz horrível e desconfortável para os nosso ouvidos. Muito parecida com a voz da Júlia Pinheiro. Pois é. A Vera vai gravar um CD de originais. Só me resta ficar indignada e partilhar convosco esta minha indignação. Então e aqueles que têm realmente talento?

 

...

Tumblr_l9z1lznslp1qaesqjo1_500_large

 

Com vinte cinco anos, sei quem é realmente importante para mim. Sei, mas nem sempre uso essa informação da melhor forma. Sei quem não presta, desses quero é distância. Nem sempre consigo a distância que pretendo, talvez uma questão de hábito.

 

Aprendi que existem pessoas que inventam merdices só porque sim, numa tentativa frustrada de sentir superioridade de quem não se sente superior em nada. Não entendo para que servem os risinhos escondidos, não entendo para que servem as conversas entre dentes mas sei para que serve a maldade e a necessidade de criar grupinhos (não sei eu outra coisa). Só acho que não é motivo suficiente para um drama tão grande. E não é.

...

 

Outono, não vou ter problemas com a estação. Uso leggings com os vestidos que fizeram sucesso outrora. Não conheço mais ninguém como eu em relação ao uso excessivo das leggings e sinceramente espero não conhecer. Não me interessa mais um visual igual. Não me dou bem com imitações a nível do guarda-roupa. Longe, tanto me faz. Ali ao lado, dispenso. Uso botas em vez das sandálias e gosto na mesma. Saudades, zero. Só das férias e da luz do dia mas são só mais alguns meses e aparece tudo outra vez. Só não gosto de segurar chapéu de chuva porque nem sempre dá jeito com a mala e a tralha que posso carregar no momento, mas fora isso o pior é o vento. A porcaria do cabelo à frente dos olhos, isso e atravessar a estrada com o cabelo à frente dos olhos. Sei que posso usar elástico mas não gosto de rabo de cavalo. Nem de cavalos. Coisas minhas.

mesquinhez

As pessoas mesquinhas escondem-se atrás de piadolas rápidas para criticar os outros. Sem se verem ao espelho, obviamente. Talvez para não partirem os telhados de vidro que costumam esconder. As pessoas mesquinhas são assim, nunca são directos com os outros na forma como apontam os erros. Acham-se sempre perfeitos em relação aos outros. Mas não são. Precisam que alguém os abane com força. Vá, abana esse cérebro mesquinho e deixa-te de merdas. Tu és uma vaca de primeira, não podes andar a falar do resto da manada.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D