Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A sortuda que sou por vos ter na minha vida

Há uns anos atrás eu queria ser mãe de uma menina. Inês seria o nome. Quem conhece este blog desde o inicio sabe. Quem conheceu os outros dois blogues antes deste sabe. Muito falei nela. Até escrevi um livro com uma personagem chamada Inês. Idealizava uma menina na minha vida. A vida mudou, eu mudei. A menina deu lugar a um menino. Quando conheci o pai do meu filho tive a certeza que ele seria o pai certo para os meus filhos. Por amá-lo, pela relação que fomos construindo. Uma pessoa sabe. Quando o conheci disse-lhe: "quando entrares na minha vida vais ficar". O coração não erra. O homem certo. Com A ideia de ter uma menina desvaneceu-se e criei um novo sonho, ter um filho. Fosse qual fosse o sexo. Queria ter um filho do homem da minha vida. As nossas conversas deram lugar a histórias do nosso futuro filho. Imaginadas, nossas. Ele vai dançar assim, ele vai dizer assim, ele isto e aquilo. Até que engravidei. Tudo correu bem. Tão bem que vivemos sempre com um pé atrás. Era assim? O dia do parto acabou por ser mais uma surpresa positiva. Não vamos falar do pós-parto. O meu foi um bocadinho complicado. Mas suportável. Tudo tão diferente do que me contavam. Melhor, confesso.

O Gustavo nasceu com 3,225kg e com vontade de sorrir. Tenho uma foto dele a sorrir no segundo dia de vida. "É a lua", diziam. A lua nunca mais saiu da vida dele. Não houve um único dia em que não o vi sorrir. Um único. Sem exageros. Desde esse dia até ao presente dia 20 passaram-se seis meses. O Gustavo já se senta, faz gracinhas, rejeita alguns beijos, pede outros, adora que lhe tire fotos, noto traços da sua personalidade, adora mãos, adora morder o pescoço do pai, adora banho, andar de popó, continua obcecado com os candeeiros lá de casa, vai para o colo de toda a gente sem problemas, gosta de sopa, papa e fruta. Quer estar sentado a maior parte das vezes. Manda-se para trás para o avô sentá-lo outra vez. Ri-se e volta a mandar-se. Não liga à chucha durante a noite. Ainda mama. Quando mama não está quieto um segundo. Puxa-me o cabelo, dá-me beliscões, esperneia ou fica pelas festas na cara. Não gosta de estar sozinho. Nem por um segundo. Já fica entretido, mas tem de estar alguém na mesma divisão da casa. Já se vira, está aqui está a gatinhar. As fraldas tamanho 3 estão a ficar pequenas. Detesta sapatos. Comprei alguns pares mas se os usou dois dias foi muito. O meu filho é um doce. Melhor do que alguma vez pensei. Ser mãe é melhor do que todos os clichés românticos.

Em 29 anos de vida nunca me tinha sentido assim. Completa. Tenho o que sempre sonhei para mim, construí uma família e sinto-me uma sortuda por ter estes dois homens na minha vida. O meu marido, o meu filho. E nos dias menos bons, tenho sempre o lado bom do meu lado.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D