Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

O que é possível acontecer em dez anos (e aconteceu)

Mudei de namorado. Namorados. Nenhum me preenchia, há que encontrar o tal. Mudei de emprego. Empregos. Nenhum me satisfazia ou dava valor. Ao encontrar este local de trabalho, encontrei a minha cara metade. Mudei de casa. Mudei para a minha casa. Vi nascer a minha sobrinha, pequena Eva. 2009. Certinha, no mesmo dia que nasci. 6 de Janeiro. Vi a família mudar de casa, a Daniela crescer e mudar de escola. Vi os irmãos mudarem de emprego, a balançarem entre aqui e acolá. A decidirem o que queriam para eles. Vi a família a aproximar-se, as relações melhorarem. Vi funerais, vi adeus. Zanguei-me, desisti, voltei a insistir. Fiz novas amizades de vida. Pessoas que confio. Desiludi-me outras tantas com pessoas que não sonhava ser possível. Tirei a carta, deram-me um carro. O carro ainda é o mesmo, não mudou. Pobre coitado. Criei outros blogues, aqui e acolá. Este lugar será sempre o meu preferido. Escrevi um livro, editei um texto na revista Egoísta, que por sua vez acabou. Criei um canal no Youtube apesar de algumas pessoas causarem problemas. Assisti ao nascimento desta crise económica e politica no nosso país. Senti-me envergonhada, triste. Sem esperança. Vi o meu ordenado a ser talhado, vi descontentamento nos olhares das pessoas. Mudei de casa outra vez. Encantei-me de novo. Despedi-me de um familiar querido. Estive no aeroporto para as despedidas. Provei novas receitas, de outro pais. Não gostei. Conheci Portugal, ainda falta outro tanto. Norte a sul. Conheci a Bárbara e o Carrilho que agora apagam aquilo que vi, respeito. Descobri Saramago, chorei por ele. Descobri outros escritores. Tantos novos autores portugueses nasceram. Escrevi crónicas de amor. Participei num concurso literário. Dois. Nasceu o Facebook. Criei conta no Facebook. Tantos programas de televisão. Tantas músicas. Tantos famosos a morrer no meio da droga. Outros tantos a querer morrer. Frequentei dois cursos. Escrita e inglês. Mudei de telemóvel mais vezes do que devia. Criei a minha lista negra de pessoas a evitar. Cresci. Cortei e deixei crescer o cabelo tantas vezes quantas semanas tem o ano. Conheci pessoas muito inteligentes que vivem no Brasil. Continuo a querer conhecer o Brasil. Cedi alguns sonhos e só tive recompensas. Criei a minha família, o meu bebé chega para o ano. Não fui abrangida por nenhuma doença grave, nem andei perto dos hospitais. O hospital de Vila Franca mudou de instalações. Foi inaugurado o Dolce Vita, a Primark entrou na vida das portuguesas. A Apple chegou e venceu. Ainda ninguém descobriu o que aconteceu à Princesa Diana, ainda andam a tentar. Desapareceram crianças que nunca mais foram vistas. Criaram-se teorias. O país começou a aplaudir Zé Marias e Fannys. Agora, Lilianes. As greves continuam. A CP continua. A CP irrita. O IVA também. A Moura Guedes mudou-se para a RTP, houve trocas e baldrocas que confundem o público. Ainda não decorei onde está a Fátima Lopes. O Herman José morreu sem morrer. As modelos são apresentadoras, as actrizes modelos. Nasceu os Morangos com Açúcar, foi a sorte do Catarré. Criei mais um blogue, criei a conta no Twitter (@ClaudiaOSimoes). Nasceu o Instagram, comprei outro telemóvel para ter Instagram (@ClaudiaOSimoes). Apaguei a conta no Youtube. Criei outra conta para falar de livros. Vi bloggers editarem livros. Editam mais livros do que os livros que costumam ler. Escrevi posts que não devia ter escrito, como o post sobre a gravidez da minha irmã. Ou outros, sobre a minha mãe. Vivi momentos perfeitos em Pedrogão. Fiquei sem Pedrogão. Fui ao Porto e voltei apaixonada por mim. Obama virou presidente da América. A Marta Castro Leite mudou de namorado mais vezes que eu. Teve outra filha. A pequena Sara Barradas casou com o Raposo. A Ana Free foi a primeira estrela portuguesa do Youtube. Agora temos o Kiko. A Optimus perdeu qualidades, a Vodafone é nossa. A Rádio Comercial conseguiu a liderança. Os Gatos Fedorentos fazem publicidade sem humor, na minha opinião. A Adele editou um cd e tornou-se numa grande estrela. Depois foi mãe, calou-se. Nasceu o debate: Messi vs Cristiano Ronaldo. O Mourinho tornou-se numa estrela mundial. Odiado e amado. O Sporting foi campeão. O Sapo mudou de cara, tantas vezes. Criou, inventou. Quis melhorar. Melhorou. A minha cozinha também melhorou. Comprei uma Bimby. Não cedi às tentativas de empresas para publicidade neste blogue. Só falo do que gosto, sem compromissos. Mas recebi um Samsung Diva. Não podia recusar. Eu gosto da marca. Também gosto de outras marcas. Escreveram um livro com um conto inspirado em mim. Recebi o livro, guardei-o na estante com muito carinho. Criei uma conta no Goodreads. Contabilizo e anoto tudo o que leio. Nasceu o Kindle e o Kobo, estamos na era digital. Os livros em papel não deixaram de vender. Mudei de banco. Tenho de mudar outra vez. Comecei a usar óculos, mudei de óculos. Os primeiros foram uns quadrados em vermelho. Agora são rosa, mais largos. Quis um cão mas tive um gato. Roubaram-me o gato. Não quis mais nada. Comprei o meu primeiro portátil. Depois estragou-se, comprei outro. O Crepúsculo esteve no top de vendas. Os vampiros vieram dar cabo disto tudo. Pensava que era amor, não era. Ignorante. Em 2009 deu-se a maior reviravolta da minha vida. Tinha 24 anos. Os cabelos longos. O Inverno a chegar. "Winter is coming". Alguém me disse: "Consigo ver o que quiser através deles, e quando olhares para mim verás o reflexo do que tu sentes". As palavras apaixonam-me. Apaixonei-me. O melhor que me aconteceu nestes dez anos. A minha vida mudou por outros dez, dez, dez,... "Quanto tempo dura a felicidade?", "Uma madrugada".

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D