Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

Mudar a fralda é uma guerra

Uma pessoa pesquisa no Google “o meu filho tem oito meses e chora sempre que troca de fralda”, só pode estar a ficar maluquinha. Desde que ele adoeceu tem sido isto. Não é sempre, mas quase sempre. Não sei se com medo do termómetro ou do supositório. Durante uma semana inteira tirei a febre ao Gu constantemente, acho que ele ficou farto.

Não sei que raio ele pensa quando troca a fralda mas dava um dedo para saber. É uma guerra. Qualquer dia tenho de mudar-lhe a fralda ao meu colo. Também já lhe expliquei que só vou tirar o xixi, mas é a mesma coisa que nada. Oito meses, ainda não entende.

Pergunto, é normal tanto sofrimento na melhor fase da sua vida? Nem sabem a sorte que têm. Miúdos.

Estão a morrer pessoas

Aumentaram as mortes por Legionella. Contrariamente, a confusão inicialmente instalada atenuou no concelho onde vivo. O assunto não é tema principal nos cafés nem nas salas de espera. Ninguém parece preocupado. As mortes dos outros parecem sempre tão distantes. As notícias na televisão parecem ficcionadas. Abrem a boca espantados mas depois vão fritar batatas e comer pão com manteiga. Presumo. Desde que não toque aos nossos, está tudo bem. Presumo. Assim como a má informação, a frieza no tratamento destes assuntos deixa-me chocada. Mortes, nove mortes! E já se fala em mais mortes futuramente. Fico assustada. Ainda não se sabe a origem e já dizem que a Legionella saiu de Portugal? E greve dos enfermeiros não vem nada, mesmo nada, a calhar.

É tão perto, ali ao lado, e toda a gente encolhe os ombros na esperança que continue por ali e não passe a fronteira invisível implementada apenas na cabeça.

Atrasos

Gente, estou atrasada. Tenho quatro episódios da série Selfie e da série Stalker para ver. Não consegui ver a estreia de Gotham, mas já marquei na agenda para não me esquecer. Ainda não consegui ver o filme sucesso Em Parte Incerta, muito menos o Interstellar. Qualquer dia deixo de estar actualizada e passo a ser um adulto no-meu-tempo-não-havia-nada--disso e eu não quero.

Coisas boas da vida

Ia caindo da cadeira. Três mil visitas no dia de ontem? É bom, muito bom. Agradeço de coração ao sapinho querido e verdinho. Uma prenda de natal adiantada. Por falar em prendas. Não vou fazer troca de prendas no canal Youtube, as pessoas parecem pouco interessadas em participar e não estou para me chatear. Tenho pouca paciência para birras. Vou participar pela primeira vez na troca de prendas da Marta do blogue lifeinc.blogs.sapo.pt. Gosto destas iniciativas.

Leituras

Durante o fim-de-semana leio menos. O meu filho está em casa. Eu estou com ele. Tenho mil coisas para fazer. Tenho as minhas voltas para dar. Aproveitar para espairecer. Os momentos manta+sofá de livro na mão acabaram. Transformaram-se em momentos chão+brinquedos. Não me queixo. Leio menos. Ele vai ficar pequenino pouco tempo. Sei que vou ter saudades porque já tenho saudades dele mais pequeno. Agora, tem mais força que eu. Não está quieto um minuto. E ainda não anda. Nem quero ver quando começar a andar. Como almoço no emprego aproveita os bocadinhos da hora de almoço para avançar umas páginas. Ando a ler o último livro do Haruki Murakami. A capa é linda. A história é engraçada. Às vezes, também me sinto uma menina sem cor. Uma menina que não pertence a grupos. Nem quero. Sinto-me apertada. Os meus fins-de-semana são cada vez melhores. Apesar da chuva. Vou ter muito tempo para ler nesta vida, apesar do tempo ser pouco para ler tudo o que quero. O que não conseguir ler, não faz mal. Não quero ganhar nenhuma taça.

H&M e Alexander Wang: Lado mau e o lado bom

64r4-%391%3BD%3C4%3B9%3B3%3C1%3B1%3C6%3AE.jpg

alexander-wang-hm-elle-photoshoot01.jpg

hm3.jpg

Lado mau

A H&M e o estilista Alexander Wang uniram-se e criaram uma colecção ideal para os bolsos de todos. Gosto muito das roupas que o estilista cria. Quanto à colecção para a H&M não tenho muito a dizer. As peças são feias. Não gastava cinco euros. Não entendo como é que os famosos enchem os sacos e compras com aquelas peças. Parecem tiradas da farda de um astronauta do século XXIII.

Lado bom Nem quis acreditar quando a H&M anunciou a participação de Alexander Wang (Alex para os amigos) para uma nova colecção. Adoro as malas, os sapatos, os vestidos do estilista. Agora é possível ter uma peça no meu armário. Uma camisola original e cheia de pinta para conjugar com umas calças justa pretas. Primeiros, as cores são as minhas preferidas. Preto até morrer. Segundo, os preços são óptimos. Só espero que quando for visitar a loja ainda tenham muitas peças.

Qual dos lados escolhes tu?

Para bloggers: Ter muitos seguidores no Facebook não é nada de especial

Ter dez mil seguidores e dois comentários é uma treta. Mais vale, ter cinco comentários e quatro seguidores. Digo eu. Ter muitos cliques na página no Facebook é um engano, meus senhores. A página não chega a todo o lado. A página tem cliques dos amigos, familiares, amigos do amigos só para calar quem manda os convites diariamente porque já não aguenta mais. Não mandem foguetes. Seguidores no facebook só conta se receberes comentários aos textos no estado no mesmo dia. Ter dois mil seguidores e nenhum comentário é ser solitário no mundo das redes sociais. É estar ao canto e ninguém chamar-te para jogar à bola. Lamento, és a ovelha negra, para ser mais directa. Quem tem muitos comentários nesta vida, sdas duas uma: veste botas acima do joelho ou diz mal das botas acima do joelho. Aliás, quem não tem um hater diário (ou anónimo irritante) não é nada neste mundo. O patamar de grau um é atingido após o primeiro comentário parvo. O patamar grau cinco é: ter alguns comentários (uns quinze por dia) de pessoas aleatórias com comentários do tipo: “linda!”, “perfeita!”, “sempre bem”,”onde compraste esse casaco?”,… Comentários vindos de outros blogues em que as autoras unem-se para dizer mal de terceiros não conta. Portanto, se não tens comentários, excepto nos passatempos, mais vale acabares com o teu blogue e dedicares algum tempo a ocupar o tempo só para justificares a falta de textos. Entendido? Vale. Se isso não te faz comichão, força. Um blogue vazio faz eco. Sempre podes fingir que estás na neve.

cor de rosa | a nova embirração de alguns blogues

A vida não é cor de rosa. Chove. As pessoas magoam-se. As doenças acabam com a paisagem. A vida tem destas coisas. A vida não é cor de rosa. Alguns embirram com a cor, embirram com quem fala de cor de rosa todos os dias. As pessoas gostam de embirrar porque adoram cinzento. Quero lá saber se outro blogue só escreve coisas cor de rosa. Lê quem quer, embirra quem não pode. Para azul escuro já chegam as fardas. Muito cor de rosa para a vossa vida.

Legionella

Na noite de sexta, os noticiários dão conta de uma bactéria chamada Legionella. No sábado de manhã tinha mensagens no telemóvel. Não bebas água da torneira. Recebi chamadas. Não bebas água da torneira. Fui apanhada de surpresa, tinha ido para a cama bastante cedo. Procurei pelas notícias no telemóvel enquanto comia a minha torrada. Li atentamente. Ninguém proibia a ingestão de água. Quando fui ao supermercado os garrafões de água estavam a ser vendidos à velocidade da luz. Não se falava noutra coisa. No Facebook, li no meu feed, diversos estados referentes à bactéria. Água da torneira está fora de questão. No Twitter, igual. Na rua do meu concelho, igual. Gente, calma. A bactéria Legionella só contamina por via respiratória.

Já morreram quatro pessoas. Ninguém sabe de onde vem a bactéria. Está a ganhar contornos perigosos. Alguns lares, disse uma senhora na televisão, não dão banho aos velhinhos desde sexta. Chovem chamadas com questões relativas às análises de água.

Tenho a sensação que Portugal não está preparado para dramas deste género, mas está preparado para falar mal e tirar conclusões precipitadas sem antes ver os noticiários ou perceber o que dizem os médicos. A má informação é um problema gravíssimo.

Torço para que a origem da bactéria seja descoberta rapidamente e os casos graves no hospital tenham alta.

Acabem com a Casa dos Segredos

Parece-me que o formato Casa dos Segredos já deu o que tinha a dar. De segredos aquela casa não tem nada. Três meses isolados passou a três meses a receber visitas de médico ao domingo. De missões passou a massagens naquele e naquela. Sem criatividade a produção continua a dar choques em directo aos concorrentes. Ou isso, ou máquina da verdade. Seca. Casamentos falsos com gente nervosa a sério. Frases feitas de cinco em cinco minutos. Manipulações atrás de manipulações. Tantas mentiras sobre as expulsões, já ninguém acredita naquilo. Só sabem dormir e discutir. Alguém sabe quem é o Ricardo? A Casa dos Segredos, na minha opinião, devia acabar. Deviam inovar, tentar outra coisa. É demasiada violência para um programa só. Andam a enrolar, enrolar, mas continuam no mesmo lugar. Os casais já deram o que tinham a dar. Seguia os outros programas com alguma curiosidade, este não. Perdeu a piada total. Nem a Teresa Guilherme consegue salvar aquilo.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D