Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

para ti ou para ti

Não precisas de te humilhar, acaba com essa história de uma vez por todas. Mete um final, nem todos os finais são felizes, há que aceitar. Não estejas sempre à espera que ele vá atrás de ti declarando o seu amor de uma vez por todos diante dos outros. Não fiques feliz apenas com um sorriso numa noite qualquer. Quantas noites choraste? Mereces milhões de sorrisos em troca de duas lágrimas. Não queiras fazer do teu coração um desafio, uma competição. Repousa a dor, adormece-a, embala-a, canta-lhe ao ouvido. As feridas adoram música.

sem fingimentos

Avisaram-me tantas vezes sobre ti. Aliás, eu sabia mas fiz sempre de conta que não. Todos os teus passos me davam a sensação que nunca tinhas estado do meu lado, quando foste só tive a certeza absoluta que não sabia quem eras. Nem sei. Hoje não te consigo encarar, dizer nada, contar seja o que for. Hoje, ou quando acordo com o teu sorriso mais falso na minha mente, chego a sentir vontade de obrigar-te a passar comigo no passado e trocar-te por uma caneca de café. Aliás, chego a sentir vontade de ir lá atrás e memorizar as vezes que dizias aquelas merdas quando te perguntavam por mim. Outra, devia ir às recordações e apagar-me delas. Sempre foste mentirosa, hoje és a dobrar porque eu era a tua única verdade.

O que faço aos livros que não gostei ou não quero ler

Quando não gosto de um livro costumo vendê-lo num site de vendas (bibliofeira ou olx). Normalmente, vendo livros que não pretendo ter na estante, que não são uma mais valia para mim ou para a estante que idealizei. Os meus preferidos são so clássicos e esses não vendo, só no caso de ter um repetido (já aconteceu). O último que vendi foi o livro "50 tons de cinza" porque achei o livro mal escrito e senti que o dinheiro foi muito mal gasto. Não é do meu interesse ter livros do genero na minha estante. Por quê que compraste? Curiosidade, já expliquei noutro post. Não sinto pena de vender os meus livros, gosto de ter espaço e olhar para a minha estante e ver livros que gostei de ler. Também já aconteceu vender livros que nem sequer toquei, enfim. Já ofereci livros que gostei também. Já troquei um livro por outro que estava interessada. Gosto de partilhar livros, a verdade é essa.

Quetzal

Cá vai. A Quetzal exagera. Quetzal? Sim, a editora. Exagera como? A Quetzal faz recortes de todas as notícias, opiniões e entrevistas dos livros que lança. Coloca tudo num blog com imensa delicadeza. É bonito ver tanto amor por um "filho" mas exagera na publicidade, fazendo crer os leitores/compradores que o livro é escrito pelo próximo Nobel da literatura. Nunca vi uma editora perceber tanto de negócio como a Quetzal. É isto.

quem petisca está doente

As pessoas são tão engraçadas. Só se lembram de viver quando estão quase a morrer. “Tem seis meses de vida”. As pessoas querem fazer tudo o que não fizeram, querem correr atrás de sonhos, pulam, têm vontade de viver mais que antes. Sentem-se livres e prontas a correr o mundo. Querem traçar sonhos e dizer o que precisam dizer na cara. Tão sinceros. Arriscar. As pessoas só arriscam quando  está na hora de aceitar.

Como nasceu o vblog literário?

Como é que nasceu o vblog literário?

Num domingo com pouca coisa para fazer, fiz uma pesquisa qualquer no Google e fui parar a um blog generalista de uma rapariga brasileira, CocoNerd. Passei os olhos pela maioria dos textos e vi que ela também fazia vídeos. O vídeo que me chamou atenção tinha (e tem) o título “os livros que li e não recomendo” . Cliquei no Play e adorei a forma como ela falava dos livros, muito direta e sincera. Naquele dia, lembro-me de ver todos os seus vídeos relacionados com livros. Fiquei com vontade de criar o meu canal. Aliás, já tinha tentado com outro canal com vídeos de humor ( ou não, depende de quem via) e vídeos sobre roupa, maquilhagem e coisas do género. Apesar de ser algo que me fascina não é o meu forte, não tenho dinheiro para andar sempre a comprar as últimas tendências e encher o canal com vídeos do género. Existem tantos canais de mulhercices e blogues de moda que uma pessoa só vê repetições atrás de repetições. Salvam-se os perfeitos donos do estilo peculiar. Adiante, a minha onda são livros. Uma onda enorme, admito. Do canal da CocoNerd para o canal da Valéria Valadares foi um tirinho, vi tudo, comentei tudo. Os meus olhos brilharam e tomei uma decisão, também quero o meu canal literário. Mãos à obra. Fiz o primeiro vídeo a medo mas hoje sinto-me muito bem com aquele espaço. Adoro falar de livros, adoro livros, adoro ler. De vez em quando crio TAG’s, mostro as minhas compras, as próximas leituras, falo nos livros que li. O melhor de tudo: as pessoas que “conheci”. A troca de opiniões, a partilha da paixão pelos livros. Estou adorar a experiência. Existem muitas razões para se ter um VBlog, as minhas são: melhorar a capacidade de comunicação, perder a timidez na hora de falar, assumir-me como pessoa e apaixonada por livros, transmitir e receber, aprender e divertir-me. Obrigada a todos os que subscreveram o canal, deixam comentários e partilham os meus vídeos. Neste momento só existem duas pessoas em Portugal a fazer vídeos sobre livros, adorava que existissem mais. Quem sabe, alguém chegue a este blog e sinta a mesma vontade que eu quando cheguei ao blog de outra pessoa há uns meses atrás.

A vida sem o costume

 Cozinho e adoro dar jantares. Gosto de juntar os amigos e festejar seja o que for. Vou dançar aos fins-de-semana e beber um copo. Redescubro a minha roupa e conjugo peças que nunca pensei combinar. Meto-me em cursos ou invento coisas para fazer e não ficar parada. Dou uma volta, vou tomar café com uma amiga ou visitar a mãe. Escrevo, leio muito, vejo filmes no aconchego do lar. Faço tostas mistas, ouço música acompanhada de uma chávena de chá ou leite com chocolate. Às sextas, gosto de acabar a semana a beber um copo de vinho e visitar os meus sites preferidos. Tiro fotos à chuva, às pessoas, filmo, escrevo peças de teatro e tento convencer os amigos a representar. Faço vídeo clips armada em palhaça, faço listas (adoro listas), aprendo uma coreografia, ligo a quem está longe, ligo-me a quem está longe, comento, visito, aprendo. Tenho a companhia da minha irmã, ajudo-a a fazer os trabalhos de casa. Lemos juntas, passeamos juntas. Recebo pessoas, despeço-me de pessoas. Partilho tudo o que posso partilhar. Escolho o próximo verniz e vejo fotos inspiradoras para a próxima make up. Mudo de mala, arrumo gavetas. Separo uma receita nova, encho o frigorifico. Escolho um vinho novo. Arrumo e desarrumo. Sou só eu?

A vida do costume

Não tomo o pequeno-almoço no café, faço as minhas sandes de queijo e fiambre e trago para o emprego. Costumo fazer compras no supermercado e trazer iogurtes ou sumo. Não almoço nem janto fora, como em casa. Não costumo ir ao cinema nem ao teatro. Não saio para discotecas, costumo ir a um bar perto de casa. Não compro roupa aos quilos, apesar de abusar nos livros usados. Não compro música, nem filmes. Deixei as revistas e os jornais. Não vou ao cabeleireiro fazer as unhas, nem a depilação, faço tudo em casa. Já não compro sapatos à meia dúzia, nem maquilhagem aos potes. Não tenho luxos, não tenho nada. Não fumo, nem saio durante a semana. Sou só eu?

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D