Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

livros, os 30 Seconds to Mars e o canil da Fnac

 

A Feira do Livro chegou e eu vou e eu vou. Gosto tanto da Feira do Livro pois gosto pois gosto. Espero aproveitar, espero que a chuva pare quando lhe der jeito e os preços sejam mimosos. Infelizmente não vou ver os escritores que adoro mas com certeza vou ver caras novas, cheias de amor pelos livros. Existem escritores giros? Não me lembro. Não é relevante, se fosse para ver caras novas ia para o facebook. "E livros vais à fnac". Não é bem assim. Os livros da Feira são muitos mais giros, são livres. Não estão fechados no canil como os cães maltratados. Exacto, a Fnac é o canil dos livros. Nós vamos lá, temos pena e trazemos para casa. Ouvimos vozes, pedidos de socorro. Os livros da Feira são muito mais felizes, não reparam? Esta do canil foi parva. Muito. "Então e os 30 Seconds to Mars?". Tenho de explicar tudo. Está a tocar aqui e é só o grupo que mais gosto no momento depois dos não-me-lembro. Já é coisa de meses, fui eu que a escrevi as letras e pintei o cabelo ao vocalista. Vá.

 

...

 

 

Ouvimos alguém mais velho e ficamos logo a achar que tem razão, que devemos seguir a nossa vida em função do que é dito por alguém mais sábio. Não é bem assim. É bonito ouvir os mais velhos, é bonito seguir os conselhos dos outros e seria muito fácil se fosse assim. Mas não é. Não é, não é, não é. Já alguma vez te perguntaste como é que o sábio adulto dos conselhos espectaculares sabe tanto? Andou por aí a fazer de surdo enquanto outro alguém mais sábio lhe dizia o mesmo que agora faz questão de repetir à tua pessoa. 

 

está bom de sal?

 

 

Deixem-me gabar a feijoada do meu namorado. Estou pronta para comer esta feijoada muitos dias da minha vida. Principalmente quando não me apetecer cozinhar ou acordar de ressaca. Sério, é do melhor. Sentada na cama, de pão e feijoada nos braços. Do melhor. Um sumo com gás e estou pronta para fazer as lidas da casa. Excepto passar camisas. O meu namorado tem jeito para a cozinha, quase tanto quanto eu ( ou melhor).  Dúvidas? É um homem sempre pronto para aprender, assimila tudo bem e rápido, o sacana. Pronto, tenho uma sorte dos diabos. Tirando o facto de me ir transformar, num futuro próximo, numa baleia de porte médio. Uma baleia de água doce, claro. Ele prefere.

 

 

Agora, e somente para ti: obrigada pelos momentos de perfeita harmonia na cozinha, envoltos em aromas deliciosos. É sempre bom cozinhar contigo e para ti.

estou a ouvir aquele cd que iamos a ouvir quando passámos o primeiro Verão em Leiria, vamos lá outra vez?

 

 

Não percebo nada da vida nem quero perceber. Sei que chega o dia em que deixamos de querer usar jardineiras ou bandoletes gigantes na cabeça. Não usamos mais de três cores, no máximo. Nem queremos borboletas nos cadernos ou canetas de menina. No Inverno, optamos pelos tons neutros, com cheiro a Terra. As malas deixam de ter mil bolsos e são mais discretas, de mulher. Não queremos parecer meninas de colégio mas queremos um ar impecável. Sem camisolas amarrotadas.  Carteira a combinar com a mala. Não saimos de casa para uma festa sem passar pelo espelho e certificar que o cabelo ficou bem. Queremos que nos tenham respeito. Precisamos de cremes e lábios hidratados. Existe um dia que deixamos aquela fase de adolescente sem largar o sorriso de criança. Não queremos rugas à volta dos lábios zangados, só um bom blush. Chega. E um amor estável. O dia de mudança chega logo a seguir. Inevitavelmente.

 

não somos mais espertos

 

Pensava que lhe conhecia os pensamentos. Quando mordia os lábios podia ver que escondia alguma preocupação. Não podia estar mais enganado. No fim das contas escondia-me uma paixão. Não notei, não notei nada. Afinal sempre fez ciúmes, brigava comigo quando me esquecia de lhe enviar uma mensagem antes de dormir. Vi-a feliz, mais sorridente que o costume. Pensei que finalmente se acostumara com a minha ausência e merdas. Com as minhas mentiras, com a minha falta de respeito constante. Afinal não, afinal espetou-me uma faca bem no meio do meu sorriso falso. Nunca pensei que fosse tão esperta, enganou-me bem enquanto a enganava. Cabra.

o tempo não está bom mas eu estou, obrigada

 

 

Não está um sol tórrido, mas estou capaz de pensar em algo que se possa fazer sem precisar de sol. O que fiz eu? Nada. E é bom não fazer nada. Deu para ler os meus livros, namorar, ver um filme ou outro, lambuzar-me com o programa dos gordos e comprar umas coisas. A máquina de lavar estava a precisar de ser trocada e num instante o assunto ficou tratado. Não fiz ainda o IRS. Não sei porque custa tanto entregar esta coisa com três letras. Alguém sabe? A escrita ficou para depois das férias. A escrita não deveria ficar para depois de nada, não é? Já fiz o que a minha madrinha nunca fez, comprei uma lembrança para a minha afilhada. Um acto simples mas que a vai fazer dizer, "a minha madrinha é fixe!". Só que a madrinha (eu) não me lembro dela só na Páscoa.  Costumo vê-la todos os dias na mesma casa. Tenho sido mais generosa ultimamente, o que me faz questionar se estou a perder qualidades. Ah, esta máquina de lavar nova não faz barulho. É muito mais porreira e não tenho de colocar o volume da televisão no máximo. Ok, não fui acampar mas nem tudo é mau. Aliás, nós é que fazemos o que queremos do dia, ele limita-se a nascer. Eu limito-me a dormir. Não só, mas também. Também fui mimar-me na Intimissimi, gosto de quase tudo. Adoro aqueles tecidos de algodão. O namorado comprou mais uns calções de ganga, adora andar à vontade. Se a minha afilhada reza para o sol aparecer por causa das sandálias novas, o namorado quase nem se importa com o vento e quer usar todos os dias calções. É tudo por agora.

 

os livros, eu, os que não gostam de ler e os que dizem que gostam. ah, e os fumadores também entram

 

 

O que me faz comprar livros? O mesmo que faz os fumadores comprarem tabaco. Vício. Neste caso, falta de ar sem eles. Aquela sensação, tenho tantos livros mas nada para ler. Porra, trouxe cinco livros para ler até terça-feira. Aposto que vou estar mais entretida a namorar que outra coisa mas sempre posso tentar enganar-me. Fingir que não almoço nem desperdiço horas a dormir. Outra coisa que acho piada são as pessoas que, "adoro ler" e eu, "que andas a ler?" e elas, "não me lembro do título". Apetece-me sempre perguntar pela história, aposto que reconheço o enredo mas sei que as vou envergonhar. Adoram ler as legendas das séries do AXN, isso sim. E então? Não temos todos de adorar ler, podemos gostar só um niquinho. Apesar de ser da opinião que as pessoas que gostam realmente de ler são pessoas bem mais interessantes que as outras. Tenho de puxar a história à minha página ( quis brincar com expressão, tenho de puxar a brasa à minha sardinha que por acaso acho manhosa). Espero ter explicado bem, compro livros porque, tal como os fumadores, tenho dinheiro a mais. Caso contrário, ia à biblioteca como fazem aqueles que cravam tabaco, poupava. Aliás, compro livros porque ninguém os compra por mim.

 

o Facebook não é o meu Hi5

 

 

 

Tenho um Facebook simples. Onde coloco uma frases vagas. Onde não coloco vídeos porque sou esquisita. Nem divido músicas porque sou egoísta com os meus sons, que não são meus tão pouco. Tenho poucas fotos. Umas cinco. Não me apetece ir contar. Fotos vistas por várias pessoas antes de existir o Facebook. Blogues e afins. Não faço do Facebook o meu HI5 substituto na ânsia de receber "gosto", elogios e festas no corpinho. Não acho piada a coro. Nem tenho pachorra para as conversetas. As pessoas aborrecem-me. Os homens não me entusiasmam com frases mal feitas, elogios repetidos ou seja com o que for. Parece que tenho um nível de exigência superior ao meu porte.  O meu ego não é  grande coisa mas não sinto qualquer necessidade desse tipo. Se fores ao meu Facebook não vais ficar a saber nada de mim.  Quando for à praia não estou a pensar mostrar o biquini. Se for a um funeral não estou a pensar chorar no mural, "Paz, onde estiveres". Acho que comecei a pensar assim há dois/três anos quando eliminei a conta no Hi5. Bem a tempo.

 

 

São escolhas. Cada um faz do seu Facebook o que bem lhe apetecer. 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D