Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

E nada é por acaso

É talvez a frase que mais uso mas a que mais esqueço. Mas diz tanto. Pelo menos para mim.

 

A mentira ou dá força ou destroí. Pois ergui-me. Vinda não sei de onde, só sei que estava escuro. E para além disso mantinha os olhos fechados. Se perdoei a mentira? Sim. Se já não me sinto tão mal com isso? Não. Não sou eu que tenho de estar mal. Não fui eu que fiz alguma coisa de mal. Já está, já passou.

 

Agora? Agora é continuar com os olhos abertos e não voltar para o lugar de onde vim. Lá passa-se fome e apaga-me a alegria que tenho de viver.

 

Nada é por acaso. Uma mentira pode trazer verdades. Muitas verdades de outro lugar. De onde vim. De onde vim.

 

 

Mesmo que eu diga

que não vou pensar mais no que ele me fez, vou. Mesmo que eu diga que vou dormir descansada, não vou. Mesmo que eu invente e tente acreditar com todas a forças que ele não me volta a magoar, não vou ser capaz. Mesmo que eu o ame muito, a cicatriz está cá. Porque seria a ultima coisa que ele seria capaz de me fazer. Era o que sentia. A ultima coisa.  Porque sempre me jurou sinceridade. Não amor, sou sempre sincero contigo. E era. Lá se importava de dizer o que tinha para me dizer, mesmo ao saber que me ia ver chorar. Se a culpa é minha? Também. Acho que quando algo está mal, a culpa é dos dois. Só que perguntei-lhe se queria ir sair, estar com os amigos, se não tinha saudades. Quis dar-lhe isso. A sua resposta foi não. No mesmo dia que mentiu. Antes de ir para casa perguntei-lhe o que ia fazer. Dormir. De certeza? Queres ir dormir? Quero, estou cansado. E tinha sido um dia lindo. Cheio de amor. De alegria. De união. Porque eu acreditei sempre na sua palavra. Ele não me mente.

 

No dia seguinte não fiz um escandalo. Acho que foi do choque. Simplesmente quis saber os motivos. O que tinha eu de mal para ele me mentir? Tinha necessidade de estar algumas vezes com os amigos sem mim? Tudo bem, seriam razões lógicas. A sua unica resposta foi: Não tens nada de mal, não tenho necessidade de nada, não deveria ter feito, estou arrependido e fui muito estupido.

 

Desculpas, desculpas.

 

E pronto. Quem mente tem o desafio de ganhar novamente a confiança. Quem é enganado vive angustiado. Porque sempre acreditou naquela sinceridade que afinal desapareceu com esta situação.

 

A louca que foi trabalhar em claro. Sem dormir. Com os olhos a arder. Bebi 5 cafés. E ainda aqui estou a tentar fugir dos pensamentos. Raios dos pensamentos! Uma mentira pode acabar com tanta coisa, mas não leva o amor.

 

para o caralho

Perdoavas uma mentira?

 Uma mentira só magoa quando ela é descoberta. É ou não é? Quando não se sabe, não se sabe. Ora pois. Uma pessoa anda descansadinha da vida e sabe lá se leva com mentiras. Afinal quando se namora acreditamos no que nos dizem. Por mais desconfiada que eu seja, tento acreditar sempre na palavra do João. Só que a regra da confiança foi quebrada.

 

(conversa por mensagens)

- Vou dormir amor. Já estou deitadinho. Amo-te muito.

- Dorme bem amor, tens de acordar cedo amanhã.

- Toca a fazer ó ó...

 

Foi dormir? Não! A Cláudia foi dormir? Foi. O João agarrou nele e foi beber uns copos com os amigos. Aqui a Cláudia acreditou que ele estaria a dormir. Claro, é parva. Aliás, muito parva. Enquanto ele se divertia entre música, amigos e copos aqui a parva estava de olhos fechados a descansar. Só que no outro dia descobriu tudo. Acontece. Costumam dizer por aí que a mentira tem perna curta. Eu acho que a mentira não tem perna curta. Não tem. Há é coxos que não sabem correr ao pé coxinho. Como foi o caso. Por acaso viram, por acaso mandaram-me mensagem. Foi esta a bela maneira de me abrir a pestana logo pela manhã de um Domingo. Ele lá me tentou enrolar, só que não dava. E lá confessou.

 

Sim, passei por parva.  E é tão bom. Ui, tão bom.

 

( gosto tanto de ter as duas pernas)

 

(merda para as lágrimas)

 

(logo hoje que precisava de calma e boa energia)

Eu parecida com a Amy?!

Amy Winehouse Picture GalleryAmy Winehouse Picture Gallery

 

esta é a Amy

 

 

 

esta sou eu

 

se há coisinha que não percebo é dizerem que sou parecida com a Amy. e depois há as alcunhas e a minha é Amy lá na empresa. depois há fotos da Amy espalhadas pelo mundo com uma imagem muito degradante. o que querem dizer as pessoas quando me dizem que sou parecida com a Amy? pretendem ofender-me de mansinho? dizer que sou magra como um espeto ou que tenho ar de drogada? se ao menos tivesse o talento... ou o mesmo dinheiro. mas não. sou parecida com a Amy, dizem. pronto, está bem.

vesti-me para me despedir

 

 

Pois é. Dizem que é o ultimo dia nesta empresa da menina Cláudia. Dizem que é verdade sim senhora. Aqui a menina vai agarrar outro emprego. Uma coisinha melhor. Segunda feira será o primeiro dia. Hoje acordei mais cedo do que o normal. Hoje vesti-me para me despedir. Sim, despedir. Não confundir com despir. Vesti-me como que quem vai para uma festa. Hoje cheguei mais cedo que o normal.

 

não só por ser o ultimo dia e o primeiro de muitos, só porque ontem foi um dia diferente. um dia que me fez sentir viva novamente. que isto de andar a morta e o coração a bater não me dá jeito nenhum

Na verdade

Na verdade, não consigo dizer-te isto a ti. Aliás, já tentei de todas as formas mas acabamos sempre a discutir ou contigo a dizer: "Percebes tudo mal, estás a exagerar ou não penses demasiado no assunto. " Até pode ser mas estes assuntos não me deixam dormir e fazem-me ficar triste. Desorientada. Ora, vamos por partes. Tu não me apresentas aos teus pais. Fizeste questão de conhecer a minha familia e lá começaste a frequentar a minha casa. Senão passavamos o tempo todo no carro ou sentados numa esplanada. Passei por cima das regras da minha mãe para aceitarem o nosso namoro. Depois de tudo o que passei, quando terminei o meu antigo relacionamento. No inicio querias aprensetar-me os teus pais e eu nunca quis. É verdade. Era cedo e tinha saido de uma relação recentemente. Só que agora, não fazes questão de nada. Ora me dizes que queres que lá vá almoçar no Domingo, como depois já nem tocas no assunto. Vais de férias uma semana para o Norte e não meteste a hipotese de me convidar. Sim, combinámos outra coisa mas podiamos descombinar e levares-me contigo. Para me teres perto de ti. Faz-me impressão que me digas que me amas tanto e depois os teus actos dizem o contrário. É como quando eu choro e tu me dizes  " não vale a pena chorares". Se não queres uma relação a sério diz-me. Eu salto fora. É bonito dizeres-me que me amas. Só que preciso de sentir. Preciso. Preciso de ir ver o jogo do Benfica contigo e os teus amigos. Preciso de conhecer a tua familia. Preciso de andar na tua terra de mão dada contigo.

 

Ou então não preciso disto para nada. Penso eu, que preciso.

Explicações

Recebi uma proposta de trabalho. Aliciante. Superior ao que tenho. Com uns prós, e alguns contras. Tive de me decidir em dois dias. Depois de pensar, de ouvir os conselhos das pessoas que mais gosto, lá me decidi. Vou arriscar e decidi aceitar a nova proposta. A próxima semana será a ultima nesta empresa. Já entreguei a carta de rescisão. Ao mesmo tempo senti alivio e um vazio. Uma pessoa cria ligações com as pessoas. Com os colegas e chefias. Aprende a lidar com cada um deles. Sabe em quem deve ou não confiar. Toda eu tremia quando tive de contar a novidade. Recebi os parabens, desejaram-me sorte. Só que agora? Agora já sei como sou. No meu ulimo dia vou mentalizar-me que será mesmo o ultimo. Vou guardar as ultimas imagens na cabeça. Vou repetir para mim dezenas de vezes que será a ultima vez. E no dia seguinte não vou querer saber disso para nada. Não vou ter vontade de voltar atrás. Não vou ter saudades. Não vou visitar ninguém, apesar de dizer que vou. Porque já mudei muitas vezes de emprego, sempre para melhor e sei muito bem como sou. Agarro-me ao que vem, largo o que foi.

 

(pena que seja só assim a nivel profissional)

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D