Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

A Mulher Certa

claudiaoliveira23[gmail]com

Crónica de Amor: Amor em tempos de inocência

Matalan White Dress, Charity Shop Belt, Charity Shop Boots

 

 

Quando os dois eram ainda crianças sonhavam que iam casar um com o outro. Podiam não saber na realidade, mas tudo fazia querer que sim. Conheciam os segredos um do outro, assim como aquela caixa que ele guardava no quarto, debaixo da cama. Que ela conhecia, mas nunca perguntava. Eles brincavam de marido e mulher, na esperança de crescerem rápido e um dia ser de verdade. O menino de sardas fazia-lhe as vontades todas, ela aceitava mas nunca agradecia. Ela também gostava dele, mas nunca o quis admitir. Preferia apaixonar-se por outros. Correndo sempre para lhe contar.

 

Cresceram.

 

Agora não são mais crianças que brincam na rua até de manhã. Bebem café como gente adulta e falam de cinema como ninguém. Já não sonham um com o outro. Ela até chegou a escrever-lhe um livro. Com o seu nome e tudo. Para lhe dizer que ele sempre fora o homem da sua vida, de alguma forma. Ele canta-lhe músicas antigas e de repente estão na idade da inocência. Em silêncio ouvem sobre os amores que passam na vida um do outro. Que passam. Sem eles passaram um pelo outro. Numa noite destas, ela perguntou-lhe se ele já tinha dito "amo-te" à pessoa que estava na sua vida. Ele respondeu que estava para breve. Ela não mostrou, mas acabou por escrever mais um livro com a sua mente. E em silêncio deu conta que mesmo terem sido feitos um para o outro em tempos, ele nunca lhe disse que a amava.

 

Ali, os dois, perceberam que nunca deviam ter crescido tão rápido.

 

 

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D